Gestão financeira pessoal

Como Administrar Melhor Seu Dinheiro: Gestão Financeira Pessoal

A Gestão financeira pessoal é uma habilidade que todo mundo deveria ter.

Afinal, quem não quer ganhar mais dinheiro e gastar menos?

Afiliado jivochat

No entanto, essa é uma tarefa que requer dedicação e algum conhecimento sobre o assunto. Felizmente, você está no lugar certo!

Nesta matéria, vamos te mostrar 11 dicas para administrar melhor seu dinheiro.

O que você precisa saber sobre gestão financeira pessoal

A gestão financeira pessoal é essencial para qualquer pessoa, mas grande parte não faz a menor ideia de como realizá-la nem se dá conta da sua importância.

Uma gestão financeira nada mais é do que um conjunto de estratégias e de técnicas que ajudam a moldar a maneira como você administra seu dinheiro, seja a maneira como o ganha, como o gasta, economiza e investe ele.

Para que a gestão financeira seja eficaz, é essencial que você tenha pelo menos um objetivo bastante claro, uma finalidade para ela, que pode ser aposentar-se mais cedo e maior qualidade, criar seu fundo de emergência, etc.

Uma das principais vantagens de administrar melhor seu dinheiro é que você passa a ter mais controle sobre sua vida financeira e, consequentemente, sobre sua vida.

Quando você tem um bom planejamento financeiro, você consegue fazer com que seu dinheiro renda mais, além de ter mais segurança para lidar com imprevistos.

Não é à toa que as pessoas que têm um bom controle sobre suas finanças costumam ser mais felizes do que aquelas que não têm.

Neste post, vamos te mostrar algumas dicas para administrar melhor seu dinheiro e, consequentemente, ter uma vida financeira mais equilibrada e saudável.

Para você que deseja aprender tudo a respeito de como realizar uma boa gestão financeira pessoal, não deixe de acompanhar esse texto até o final!

O que é gestão financeira pessoal?

Gestão financeira pessoal é a atividade de administrar o dinheiro que você tem, seja ganhando, gastando, economizando ou investindo. É uma habilidade muito importante para todas as pessoas.

A gestão financeira é feita visando algum objetivo específico, que podem ser:

– Aumentar a quantidade de dinheiro que você tem;

– Ter mais segurança para lidar com imprevistos;

– Aposentar-se mais cedo;

– Ter uma maior qualidade de vida;

-Formar um fundo de emergência;

-Criar uma reserva para os seus objetivos futuros;

-Etc.

Tudo que você irá fazer, quer seja, um projeto, um trabalho, o início de um negócio se torna mais efetivo quando você o faz visando um objetivo ou uma meta.

A gestão financeira pessoal não é diferente. Para que ela seja efetiva, você precisa ter um objetivo bem claro em mente. Só assim será possível tomar as melhores decisões para alcançar verdadeiros resultados.

Por que é importante saber administrar as finanças pessoais?

À primeira vista, administrar as finanças pessoais parece ser fácil, porém para algumas pessoas pode ser um grande desafio.

Isso ocorre por muitos motivos, como:

– Muitas pessoas não tem o hábito de controlar o que gastam;

– Outras não sabem qual é a diferença entre investir e economizar;

– Algumas acabam tomando decisões erradas e se arrependem muito depois;

– E por aí vai…

Não importa o motivo, o fato é que saber administrar as finanças pessoais é extremamente importante. Isso porque, quando você tem um bom controle sobre seu dinheiro, você consegue fazer com que ele renda mais e te ajuda a alcançar os seus objetivos.

Além disso, ter um bom controle sobre as suas finanças pessoais te dá mais segurança para lidar com imprevistos.

Por exemplo, muitas pessoas começam o seu negócio digital com aquela ideia de dinheiro rápido e fácil, porém esquecem que para ter sucesso é preciso planejamento, estudo e, claro, investimento.

Com isso, acabam não tendo uma boa gestão financeira e tomando decisões erradas que podem custar muito caro no final das contas.

Sinceramente, não acredite em trabalho fácil e ganho rápido, pois isso não existe. O sucesso é fruto de muita dedicação, trabalho e, claro, um bom controle financeiro.

Agora que você já sabe o porquê de administrar as finanças pessoais é importante, chegou a hora de conferir as nossas dicas para te ajudar nessa tarefa!

Leia também:

Dicas para uma boa Gestão financeira pessoal

Conheça o seu perfil financeiro

Para começar, é importante que você conheça o seu perfil financeiro. Isso significa saber qual é o seu estilo de vida e, consequentemente, quanto dinheiro você precisa para manter esse estilo.

Para fazer isso, basta analisar os seus gastos mensais e verificar onde você pode economizar.

A gestão financeira pessoal com um objetivo futuro

A gestão financeira pessoal, como dito, deve estar diretamente relacionada com algum objetivo de futuro, que pode ser tanto um projeto de vida quanto realizações pessoais, como comprar um automóvel.

Seja qual for o objetivo que você estipular, será necessário ter um planejamento financeiro para alcançá-lo e é ele que vai ser o seu guia a partir do qual será possível analisar os caminhos e definir o melhor trajeto até o ponto final.

Quando criar o seu planejamento financeiro, você vai definir vários pontos, como quanto será preciso ganhar para alcançar seus objetivos, quanto você irá economizar e quanto em investimentos precisará fazer e por quanto tempo.

Dito tudo isso, é hora de saber mais a respeito de quais são as dicas mais importantes para uma gestão financeira pessoal de qualidade e com eficácia!

É preciso criar um controle mensal dos seus gastos

Fazer o controle mensal dos seus gastos é importante em uma gestão financeira pessoal e caso ainda não esteja colocando isso em prática, saiba que está cometendo um enorme erro.

Você pode usar uma planilha ou, o que é melhor, um aplicativo para anotar os seus gastos, o que é o passo inicial para qualquer gestão financeira.

Afinal, como você pode fazer a sua gestão e a sua organização sem saber quanto está recebendo e para onde é que o seu dinheiro está indo, correto?

O melhor de tudo é que realizar esse controle, ainda mais usando um aplicativo, não é algo complexo, pelo contrário, é bastante fácil.

Tudo o que você irá precisar é anotar todas as fontes de receitas, para saber quanto está ganhando líquido, e fazer as anotações dos seus gastos.

Apenas isso já vai lhe permitir saber exatamente se está gastando mais do que ganha ou não, um ponto de partida importante para equilibrar suas despesas.

O que conta, mais do que a maneira que você fará suas anotações, é realizar os registros e depois o cálculo da diferença entre gastos e ganhos.

  

Reservar dinheiro para as despesas fixas anuais ajuda muito

As despesas anuais fazem parte das nossas vidas e por isso mesmo não podem ser deixadas de lado na hora de realizar a gestão financeira pessoal.

Anualmente, nós temos que pagar contas tais como IPVA e IPTU, as mais comuns, além de outras, como o DPVAT, e não existe forma de fugir delas, então ao invés de reclamar dessas despesas, é importante economizar.

Se você cria uma reserva bastante específica para essas contas, então não irá precisar preocupar-se delas pesarem no seu bolso todo mês de janeiro, por exemplo.

O valor a ser pago de IPVA em janeiro é de R$ 500,00? Então ao invés de passar o ano apenas lamentando a conta, você pode começar a reservar um valor específico por mês para que no começo do ano tenha dinheiro para isso.

Esse planejamento antecipado permitirá a você ter uma maior folga financeira e irá evitar que tenha que mexer em sua reserva de emergência para pagar por contas anuais que já são esperadas.

  

Registre as suas movimentações financeiras

Você deve ter em mente que para fazer uma boa gestão financeira pessoal é preciso registrar todas as suas movimentações financeiras.

Isso significa que não apenas as contas fixas devem ser colocadas na ponta do lápis, afinal, elas não serão suas únicas despesas ao longo dos meses.

Comprar feitas nos supermercados, em farmácias, em postos de combustíveis, em restaurantes, enfim, qualquer custo que você tiver, sejam eles fixos ou variáveis, não existindo todos os meses, devem ser registrados.

A maior parte das pessoas, inclusive, perde o controle exatamente por conta desses custos variáveis, que acabam não entrando na contabilidade e geram grandes prejuízos, com seu orçamento ficando comprometido.

Um hábito essencial que você precisa criar é de anotar as movimentações financeiras, o que irá lhe permitir saber para onde o seu dinheiro foi e assim vai poder planejar-se e se organizar melhor para evitar gastos desnecessários.

A disciplina é um ponto importante para quem fazer uma ótima gestão financeira pessoal e reduzir assim os custos no dia a dia.  

Sempre tenha sua reserva de emergência

Nunca pense que mesmo planejando-se ao máximo você vai estar livre de sofrer com os imprevistos, eles acontecem e podem ocorrer com você.

Sabe quando os imprevistos surgem nos piores momentos? Quando já estamos bastante endividados ou quando nosso dinheiro acabou, essas situações acontecem.

É por isso que você deve buscar sempre criar uma reserva de emergência, para que nas situações imprevistas não passe por apertos.

Não importa se seja seu carro que quebrou, se alguém da sua família ficou muito doente ou ainda se algo pior aconteceu, sem uma reserva de emergência, você acabará assumindo novas dívidas e piorando a situação que já é ruim.

O valor da reserva de emergência deverá sempre ficar bem guardado na sua poupança ou ainda investido em algo que você possa resgatar rapidamente, mas que tenha um ótimo rendimento.

Reserve mensalmente uma quantia específica para que você possa aumentar, pouco a pouco, o total armazenado e tenha disciplina para conseguir usar esse dinheiro somente quando realmente for necessário. 

Planeje bem as suas compras

Para uma boa gestão financeira pessoal, planejar as suas compras se faz essencial, ao contrário de apenas gastar por impulsão e gerar mais dívidas.

Quando você começa a controle seus gastos mensais, então sabe exatamente quanto irá sobrar para poder investir ou comprar o que quer.

Mais do que isso, o conhecimento sobre seus gastos mensais permite que você possa planejar também as suas compras futuras sem se endividar, algo que muitas pessoas não consideram.

Ainda que você vá comprar um novo celular ou um par de sapatos, a programação para essa aquisição é essencial porque permite pagar à vista, por exemplo, então é possível juntar o dinheiro nos meses anteriores.

Isso deve ser considerado, é claro, quando não é uma emergência, já que dessa forma você pode comprar aquilo que deseja negociando preços, aproveitando promoções e evitando os altos juros das compras parceladas.

Quanto mais você dedica-se a fazer uma boa gestão financeira pessoal, então mais rapidamente vai conseguir livrar-se das dívidas que possui, vai evitar o surgimento de novos endividamentos e poderá aproveitar mais o dinheiro.

A sua qualidade de vida irá aumentar muito com esse planejamento, assim como a da sua família, por isso é necessário que você desenvolva disciplina, organização e tenha foco no uso das receitas que entram e nos gastos.

Opte por fazer compras com pagamento à vista

Para finalizar, vamos bater novamente em uma tecla importante: optar por realizar compras com pagamento à vista.

A maioria das pessoas encontra-se hoje com o salário ou os rendimentos que recebe mensalmente já comprometidos, antes mesmo que cheguem à sua conta.

O que acontece é que elas fazem compras de maneira parcelada, seja com cartões ou com boletos, o que leva a gerar o comprometimento dos ganhos futuros.

Tudo isso se dá devido ao impulso de estar comprando e como as lojas oferecem a opção de se comprar parcelado, facilitando a vida das pessoas, é mais do que comum os consumidores caírem nessa.

Se você parar para analisar, verá que a compra parcelada irá sair mais caro do que o preço real daquele determinado produto, considerando as taxas que são cobradas pelo cartão em relação aos juros.

Apesar de parecer, à primeira vista, como uma grande oportunidade, a compra de um determinado produto de maneira parcelada vai trazer problemas futuros.

A dica para conseguir fazer uma melhor gestão financeira pessoal é que você opte por comprar sempre à vista, até mesmo porque essa forma de pagamento costuma gerar bons descontos.

 

Conclusão

Como você viu, ter uma boa gestão sobre as suas finanças é algo essencial na vida de qualquer pessoa, mas a maioria não faz ideia disso ou não sabe como colocar esse controle financeiro em prática.

Neste texto, você conheceu mais a respeito de como é que se deve fazer uma boa gestão das suas finanças pessoais a partir de dicas simples e muito eficaz para colocar em prática em seu dia a dia.

Gostou do artigo de hoje sobre o que você precisa saber sobre gestão financeira pessoal?

Systeme.io

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.