Empréstimo na conta de luz

Empréstimo na conta de luz -entenda como funciona

Você sabia que pode pegar um empréstimo na conta de luz?

Essa é uma possibilidade para quem precisa de um dinheiro extra, mas não consegue crédito com bancos e outras empresas financeiras pelos meios tradicionais.

Afiliado jivochat

Essa modalidade de crédito é bastante acessível.

Inclusive, ela está disponível até mesmo para quem possui baixo score e por isso não consegue linhas de crédito com facilidade. Mas, atenção: este tipo de empréstimo deve ser usado com parcimônia.

O que é e como funciona o empréstimo na conta de luz?

O empréstimo na conta de luz soa como novidade para muitas pessoas.

No entanto, pode ser uma alternativa numa situação de aperto financeiro ou alguma necessidade urgente. O seu funcionamento é bem simples:

Passo a passo

Para começar é preciso confirmar se a empresa que fornece luz na sua cidade oferece essa modalidade de empréstimo. Caso a resposta seja positiva, basta procurar uma empresa de serviços financeiros que seja parceira e ofereça essa opção.

Assim, o cliente solicita o crédito na instituição financeira, que o libera imediatamente. O valor das parcelas do empréstimo aparecerá então na sua conta de luz, somado a quantia do gasto de cada mês.

Sendo assim, se você paga 80 reais de conta de luz por mês, mas solicitou um empréstimo de 600 reais para pagar em 3 parcelas de R$200,00, as suas próximas contas deverão chegar com um valor de 280 mais ou menos. Ou seja, o valor da conta + o valor das parcelas do empréstimo.

Empresas brasileiras que fazem empréstimo na conta de luz

Como dissemos antes, o empréstimo acontece por intermédio de uma empresa parceira.

A seguir vamos listar algumas empresas que liberam esse tipo de crédito e que podem servir na hora de obter acesso ao empréstimo na conta de luz.

Veja abaixo algumas das empresas que trabalham com este tipo de crédito:

PIKI:

Assim como o anterior, esse aqui também oferece empréstimo na conta de luz para pessoas que não tenham renda comprovada. No entanto, se houver uma conta de luz atrasada o empréstimo não é liberado.

A idade mínima para solicitação é de 21 anos e também tem uma idade máxima: 79. A possibilidade de parcelamento  da PIKI vai até 18 vezes e as parcelas são sempre contadas junto com a conta de luz.

O valor máximo liberado é de R$2.500. Clique aqui para saber mais.

Mister Money:

O Empréstimo na conta de luz através do Mister Money pode ser liberado para pessoas autônomas, empregadas em CLT ou sem renda. A solicitação é bem rápida e sem burocracia e pode ocorrer mesmo se o titular tiver alguma conta atrasada.

Em geral o valor fica disponível dentro de 24h após a aprovação.

A solicitação pode ser feita pela internet, mas requer o envio de alguns documentos.  O valor máximo a ser solicitado é de R$1.000,00. Clique aqui para saber mais.

Plancredi:

Na Plancredi os clientes precisam passar primeiro por uma análise de crédito, o que torna a liberação do empréstimo um pouco mais difícil em alguns casos.

No entanto, assim como os anteriores, o valor pode ser pago em até 18x e o depósito ocorre 24 horas após a liberação. O valor máximo é R$ 1.200,00. Clique aqui para saber mais.

Crefaz:

A Crefaz é uma velha conhecida de quem pesquisa por serviços e instituições financeiras. A empresa também oferece empréstimo na conta de luz.

O valor máximo disponível para empréstimo é de R$1.000,00 e o pagamento pode ser feito em até18 parcelas.

No entanto, esse empréstimo não é liberado se houver duas contas de luz em atraso.

Além disso, a conta bancária para depósito do empréstimo deve ser em nome do titular da cobrança de energia. Encontre mais informações aqui.

Leia também:

Vale a pena fazer um empréstimo em conta de luz?

Essa é a pergunta que não quer calar: será que vale mesmo a pena solicitar um empréstimo na conta de luz?

A verdade é que qualquer empréstimo precisa ser pensado com cautela. Essa deve ser uma solução emergencial e muito bem calculada.

Afinal, é importante lembrar que as parcelas do empréstimo vencem e você deve mantê-las em dia.

Por isso, antes de solicitar um empréstimo se atente aos seguintes pontos:

Valor a ser solicitado:

Solicite um valor que consiga cobrir suas necessidades atuais.

De nada adianta pedir um empréstimo hoje e daqui a alguns dias se ver novamente necessitando de ajuda financeira. Calcule bem e saiba quanto você precisa.

Menor número de parcelas:

Ainda que o parcelamento seja o grande benefício de um empréstimo na conta deluz, quanto mais parcelas você contrata, maiores são as incidências de juros.

Sendo assim, é preciso equilibrar dois fatores:

  • Primeiro, pense no valor de parcela que caiba no seu bolso e com a qual pode se comprometer pelo tempo devido;
  • Depois, pense em como diminuir ao máximo o número de parcelas para tornar a dívida menos extensa.
Taxas de juros:

Além de analisar todas as facilidades oferecidas por uma instituição financeira, como possibilidade de solicitar crédito sem comprovar renda, você precisa analisar a taxa de juros.

A diferença entre as empresas pode variar bastante.

Lembre-se que as taxas e encargos podem tornar a sua dívida muito maior do que ela é originalmente. Por isso tenha cuidado.

Conta de luz sob controle:

Por fim, o empréstimo na conta de luz será cobrado junto com o consumo de energia de sua casa.

Sendo assim, se por algum motivo sua residência passar a consumir mais energia, o valor da conta pode aumentar bastante, já que tem embutido as parcelas do empréstimo. Controle bem as despesas em especial na bandeira vermelha.

Principais vantagens dessa modalidade de crédito

Se você leu e releu os pontos anteriores e decidiu que é mesmo hora de pedir um empréstimo na conta de luz veja agora quais são as principais vantagens dessa modalidade de crédito.

  1. Muitas empresas liberam crédito para negativados, desempregados e pessoas que não comprovam renda;
  2. Liberação em até 24 horas;
  3. Parcelamento longo;
  4. Pode ser solicitado online;
  5. Pagamento todo mês na conta de luz, sem necessidade de imprimir boleto

Esses são alguns pontos que com certeza fazem dessa uma modalidade de crédito bastante interessante.

Ah! Mas vale ressaltar aqui que clientes que contratam um empréstimo na conta de luz só conseguem pedir outro quando o primeiro é quitado.

O que acontece se não pagar o empréstimo?

Geralmente a consequência de não pagar um empréstimo convencional é ter o nome negativado. Isso, por si só, é bastante prejudicial.

Afinal, com o “nome sujo” o cidadão não tem acesso a outras linhas de crédito.

Porém, quando falamos em empréstimo na conta de luz o assunto é ainda mais delicado.

Além da negativação do nome pode acontecer o corte do fornecimento de luz. E cá entre nós: esse é um serviço essencial para a vida humana.

Além disso, ocorrerá a incidência de juros e multas por atraso.

Isso pode virar uma verdadeira bola de neve, uma vez que as empresas podem praticar preços bem altos em caso de atraso.

Todo empréstimo pode servir como uma forma de aliviar os problemas financeiros.

Mas é fundamental ter controle do seu dinheiro para evitar se afundar em mais e mais dívidas.

O empréstimo na conta de luz é uma possibilidade fácil e prática.

No entanto, tenha cuidado para não atrasar as parcelas e evite problemas com as empresas financeiras ou até mesmo interrupção do fornecimento de luz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *