Controle de gastos pessoais

Entenda mais sobre controle de gastos pessoais

O controle de gastos pessoais é o objetivo de quase todas as pessoas, afinal, é normal querer ter uma vida financeira organizada e sem passar por problemas a cada mês.

Apesar de muitos acharem o contrário, o fato é que essa trata-se de uma meta possível de ser alcançada para as pessoas que querem ter controle sobre seu próprio dinheiro e sobre a maneira de usá-lo.

Afiliado jivochat

Quando você controla seus gastos tem mais chances de poder investir e obter um excelente retorno financeiro, assim poderá criar a sua reserva de emergência, fazer a viagem dos sonhos ou comprar um imóvel, etc.

Com isso em mente, nosso objetivo aqui foi criar um texto falando sobre controle de gastos pessoais e permitir que você entenda mais a respeito do assunto.

Vamos lá?

Acompanhe o artigo até o final para não deixar passar nada e começar a controlar melhor suas finanças pessoais!

Por que é tão importante ter um controle de gastos pessoais bem organizado?

Para falarmos sobre como controlar seus gastos pessoais, vamos primeiro comentar sobre o porquê de ser tão importante organizar-se.

A organização é importante em qualquer fase ou qualquer área da nossa vida, desde o nosso guarda-roupa até as nossas contas e isso faz uma enorme diferença para pessoas que querem manter as finanças em dia.

Mesmo que organizar-se financeiramente dê um pouco de trabalho inicialmente, você acabará tendo um enorme retorno e uma grande vantagem no futuro, quando começar a economizar dinheiro.

O controle de gastos permite que você se livre das suas dívidas, que comece a juntar dinheiro mensalmente e que tenha em mãos condições de investir ou de criar a sua reserva de emergência.

Sem ele, o que irá acontecer é que você vai acabar endividando-se cada vez mais, irá gastar grande parte do seu dinheiro com coisas supérfluas e sempre estará precisando pedir empréstimos, aumentando a bola de neve em suas finanças.

Como fazer para manter o controle de gastos pessoais diariamente?

Entendida a importância de ter controle de gastos pessoais, é hora de saber o que fazer para mantê-lo, ou seja, como colocar isso na prática de uma maneira bem simples.

Fazer anotações em um aplicativo específico para essa finalidade em seu celular é a melhor maneira de realizar esse controle, visto que você não irá perder nenhum gasto ou despesa realizado.

Aplicativos como Mobills, Meu Bolso e Organizze, por exemplo, são opções excelentes capazes de trazer ótimos resultados.

Se você preferir, pode usar métodos mais tradicionais, como um caderno ou ainda lançar mão das planilhas, e apesar dessas últimas serem muito eficientes, não há a facilidade de utilizá-la a todo instante como no caso dos apps.

Você pode pedir a nota fiscal sempre que realizar uma compra, para conseguir registrar exatamente seus custos, mas no caso do uso do cartão, de débito ou crédito, o aplicativo dos bancos lhe permite acompanhar as transações.

O importante é encontrar uma forma de não esquecer jamais de qualquer transação feita, porque isso irá impedir você de ter uma visão geral e melhor dos seus gastos e das suas receitas.

Dito isso, vamos agora conhecer um pouco mais sobre as dicas para realizar um bom controle de gastos pessoais de maneira eficaz!

Anote os seus gastos sem deixar nada de fora

A primeira dica de como controlar os seus gastos pessoais é anotar todos os seus gastos, uma prática fundamental para obter ótimos resultados.

A ideia é que você use um aplicativo de controle de finanças para anotar os gastos ou ainda uma planilha, se achar melhor, o que lhe permitirá saber tudo como está gastando seu dinheiro.

Para conseguir maior efetividade, você deve criar o hábito de gastar e anotar, sem deixar para depois, de modo que não haja risco de esquecer alguma das compras realizadas, não importa se gastou R$ 1 ou R$ 1.000.

Identifique o destino do seu dinheiro e tenha atenção ao que está gastando

À medida que você vai anotando todos os seus gastos, fica mais fácil avaliar para onde é que o seu dinheiro está sendo destinado e, assim, ter mais atenção ao que está sendo gasto.

Com todos os dados em mãos, analisar as suas finanças fica bem mais fácil e você pode entender finalmente se o seu dinheiro tem sido usado para gastos supérfluos ou essenciais.

Além disso, é possível ver onde você pode economizar, ainda que nos gastos fixos, como energia e água, por exemplo, para assim conseguir guardar ainda mais dinheiro mensalmente.

Tudo isso vai ser muito importante para que você possa aprender de vez a ter controle de gastos pessoais de maneira garantida, a visão geral e a análise das despesas e das receitas é essencial nesse processo.

Organize todas as suas despesas dividindo-as por categorias

O próximo passo para que você consiga ter um maior controle de gastos pessoais é organizar as suas despesas e dividi-las por categorias.

A maioria das pessoas acaba não tirando um tempo no mês para fazer a organização das despesas, o que acaba por gerar mais problemas.

A dica é que você opte por dividir e organizar as suas despesas por categorias, como é o caso de definir aquelas para diversão, para alimentação, para saúde, para educação, extras, etc.

É normal que as pessoas achem essa uma etapa mais chata quando começa a realizá-la, mas a realidade é que você vai se acostumar logo, principalmente quando já estiver registrando os gastos por categoria.

Defina as suas prioridades e saiba onde pode economizar

Uma dica de ouro para você é definir as suas prioridades, ou seja, para onde deseja que seu dinheiro seja direcionado, o que vai lhe ajudar a evitar compras desnecessárias.

A definição de prioridades, aliás, evita o comprometimento do seu orçamento e o seu endividamento, então esse é um passo que não pode ser deixado de lado.

Pensar duas vezes é crucial para que você aprenda a se controlar e evite as compras por impulsividade, principalmente aquelas feitas no cartão, que tem levado muitas pessoas a se endividar bastante.

Fique atento com aquelas promoções com descontos enormes que muitas lojas fazem para fisgar os clientes e levá-los a comprar coisas das quais não precisam no momento.

Você vai perceber, com o tempo, como é possível deixar de gastar o seu dinheiro em coisas supérfluas e direcioná-lo para investimentos, seja para comprar um imóvel, ou visando a sua aposentadoria.

Defina quais são as suas metas e seus objetivos para o futuro

Tão importante quanto saber exatamente quais as prioridades para sua vida é ter projeções para o futuro.

As pessoas que não definem metas e objetivos acabam apenas “poupando por poupar” e isso rapidamente deixa de fazer sentido, o que vai levar você a gastar esse dinheiro no curto prazo.

Você precisa definir aquilo que quer alcançar no futuro, no médio e no longo prazo, e isso pode ser qualquer coisa, o importante é definir onde quer chegar.

Criar uma reserva para emergências, comprar um carro novo, adquirir o imóvel próprio, fazer a viagem dos sonhos para o exterior ou ter uma aposentadoria tranquilas são alguns dos objetivos mais comuns das pessoas.

Não importa qual seja o seu, o fato é que você vai poder, a partir daí, começar a pensar duas vezes antes de tomar a sua decisão de compra de algo que seria desnecessário e vai guardar esse dinheiro pensando no futuro.

As pessoas só conseguem realizar seus sonhos se elas têm organização, disciplina e um orçamento realmente saudável que irá lhe permitir isso.

Planeje-se para alcançar os sonhos

Para finalizar, é importante falar mais uma vez a respeito do planejamento, uma etapa imprescindível no controle de gastos pessoais de qualquer pessoa.

Quando você busca esse controle, deve pensar no futuro, como dissemos no tópico anterior, e para alcançar suas metas e objetivos deve-se planejar.

Você deve saber exatamente o caminho que precisa percorrer para atingir o seu alvo daqui 1, 5 ou 10 anos, comece planejando-se mensalmente, definindo quanto é preciso economizar mês a mês.

Ao mesmo tempo, saiba que mesmo planejando-se é possível que alguma coisa saia fora do que foi previsto, a vida é inconstante e você tem que ter flexibilidade para encarar isso.

Você precisa preparar-se até mesmo para os momentos de instabilidade e para alterar o seu caminho se houver necessidade em alguma fase.

Conclusão

Como você viu, existem muitas pessoas preocupadas com a questão das finanças, mas a maioria nunca parou realmente para trabalhar o controle de gastos pessoais, o que é um enorme erro.

Neste texto, você conheceu mais a respeito de como é que se pode controlar os seus gastos mensais e assim encontrar uma maior organização e estabilidade para as suas finanças, para conseguir ter uma vida mais tranquila.

Com as dicas mostradas aqui, não vai ser difícil encontrar o caminho certo para controlar bem os seus gastos pessoais.

Gostou do artigo de hoje sobre entenda mais a respeito do controle de gastos pessoais?

Inscreva-se agora mesmo em nosso boletim para receber artigos grátis em seu email!

Systeme.io

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.