Seguro de vida

Seguro de vida: o que é e como funciona?

Seguro de vida é um tipo de seguro que envolve beneficiários e pode contar com diferentes coberturas.

Saiba tudo sobre ele!

Apesar de não ser tão popular, o seguro de vida é um dos principais responsáveis por garantir tranquilidade para quem contrata.

Neste post, você vai entender o que é seguro de vida, como funciona e por quê você deveria ter um.

O que é seguro de vida?

O seguro de vida é uma indenização paga ao segurado ou seus beneficiários. Ele funciona como uma forma de segurança em casos extremos , como a morte do segurado.

A maioria dos brasileiros pensam que ao contratar um seguro está ‘gorando’ com a vida do contratante.

Porém, na verdade, o seguro de vida é uma forma de proteção não só para o titular, mas também para as pessoas que dependem dele.

Pense em quem você ama e os inúmeros problemas que surgem na vida . Agora, pense em você não estar mais aqui. Como seria a vida das pessoas que ficaram?

O seguro de vida é uma forma de proteger as pessoas que amamos, além de ser um investimento interessante.

No caso do seguro de vida, quem contrata deve escolher os beneficiários, bem como o valor a ser pago em caso de sinistro.

Ou seja, ao contratar um seguro de vida, você está indicando as pessoas que receberão o dinheiro no caso de sua morte .

Como funciona o seguro de vida?

Essa é uma decisão importante, já que essas pessoas serão as responsáveis por receber a indenização em caso de morte do segurado.

Por isso, é importante escolher os beneficiários que realmente necessitam ou que possam ser prejudicadas financeiramente em caso de sua morte.

O seguro de vida pode ser contratado por qualquer pessoa com idade entre 18 e 70 anos. A partir daí, a cobertura do seguro irá variar conforme idade e as condições de saúde do contratante.

O seguro de vida pode ser cancelado a qualquer momento pelo contratante, basta solicitar o cancelamento junto à seguradora. No entanto, é importante lembrar que o valor que foi pago pelo seguro não é devolvido.

Valores e coberturas

O segurado contrata o seguro e paga as parcelas mensais. Dois pontos importantes que queremos destacar é que:

1) Quem contrato o seguro é chamado de segurado, ou seja, titular. A cobertura se refere a o pagamento de um valor em dinheiro no caso de morte do segurado.

2) Já o beneficiário são as pessoas que serão indicadas para receber o valor em caso de sinistro (morte do segurado).

A cobertura é para caso de morte devido à causas naturais ou mesmo por acidente. Tudo isso deve estar bem claro no momento da contratação do seguro.

Alguns seguros também podem cobrir outras situações, tais como:

– invalidez permanente (total ou parcial);

– doenças graves;

– despesas médicas.

Cabe destacar que, em alguns casos, a cobertura pode ser estendida para dependentes do segurado, como cônjuge , filhos ou pais.

Por que você deveria ter um seguro de vida?

Apesar de não ser tão popular, este tipo de seguro é um dos principais responsáveis por garantir tranquilidade para quem contrata.

Segundo estatísticas apenas 15% dos brasileiros têm um seguro de vida .

Isso é bem baixo se comparado com outros países. Por exemplo, nos Estados Unidos esse índice chega a 58%.

Passos para contratar um seguro

Escolha uma boa seguradora: pesquise, compare e analise as opções;

Calcule o valor da cobertura: leve em consideração suas necessidades e objetivos;

Faça uma simulação online: algumas seguradoras têm disponível em seus sites.

Outras preferem usar um formulário, onde você preenche suas informações e, depois recebe as informações por e-mail ou o contato de um agente.

Lembre-se de observar todos os detalhes sobre a cobertura, valores, valor da parcela mensal e etc.

Contrate o seguro: após decidir qual é a melhor opção, compare os preços e contrate. Pague as parcelas mensais em dia para garantir a cobertura;

Indique os beneficiários: escolha cuidadosamente as pessoas que você quer que recebam o valor em caso de seu falecimento.

Em algumas seguradoras você terá a opção de colocar beneficiários adicionais outras, porém , cobram uma taxa extra por isso.

Cuidado com as cláusulas: é importante ler todas as cláusulas do contrato para evitar problemas futuros;

Pagamento das parcelas: é fundamental que você pague as parcelas em dia para ter direito a cobertura.

Cancele o seguro: caso precise, é possível cancelar o seguro. Observe as regras em caso de cancelamento ou desistência.

O que ocorre quando um seguro é cancelado?

Cada seguradora tem suas regras para o cancelamento de um seguro, por isso, é importante que você esteja atento a esse ponto.

Algumas permitem o cancelamento a qualquer momento, basta solicitar junto à empresa.

Outra coisa a considerar aqui é que, normalmente, você não recebe o valor que já pagou pelo seguro de volta. Por isso, é importante que você tenha certeza do que quer antes de contratar o serviço.

Tipos de seguros de vida

Existem vários tipos de seguro de vida. Por isso, pesquise bem antes de contratar.

Seguro de vida individual: esse é o tipo mais comum e oferece cobertura para um único indivíduo.

Seguro de vida familiar: essa modalidade costuma ser mais em conta e oferece cobertura para todos os membros de uma família.

Seguro de vida resgatável: nesse caso, o segurado tem direito ao valor acumulado em uma espécie de poupança, além da cobertura em caso de morte.

Seguro de vida em grupo: esse tipo de seguro é ideal para empresas, que podem oferecer a cobertura a seus funcionários. Geralmente, esse tipo de seguro tem valor mais baixo do que o individual.

Leia também:

Vale a pena ter um seguro de vida?

A resposta para essa pergunta depende de vários fatores, como o objetivo do segurado e a cobertura oferecida pelo seguro.

No geral, porém, o seguro é um bom investimento para a sua família.

Afinal, ele pode ser o responsável por garantir um futuro financeiro mais tranquilo para as pessoas que você ama.

Para saber se o seguro de vida é a melhor opção para você, faça uma simulação online.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.